POR

/

ENG

Revistas

Reencontrar o prazer em ler

Atuando desde 2006 em Pernambuco, o projeto resgata o interesse das crianas pela leitura e d um novo significado s bibliotecas e s escolas

Na imaginao de muitas crianas, a biblioteca escolar um lugar onde elas podem se sentir livres, voar alto com as mais variadas histrias de fico, romance e ao. Desde 2006, o projeto Escola Leitora transforma esse sonho em realidade nas escolas pblicas do interior de Pernambuco. Hoje, os espaos de leitura de 26 redes de ensino de Caruaru, duas de Agrestina e trs em Altinho, alm de duas bibliotecas comunitrias, recebem intervenes e capacitao para os profissionais atravs dessa iniciativa.

Preocupada com a situao precria de algumas bibliotecas das redes pblicas de Caruaru, a organizao no-governamental Bagulhadores do Mi desenvolveu, em parceria com a Secretaria de Educao da cidade, o programa Prazer em Ler, do instituto C&A, a primeira verso do projeto Escola Leitora na instituio de ensino pblico Kermgenes Dias de Arajo. O nosso trabalho estruturado em cinco eixos: a criao de espaos convidativos, qualificao e organizao de acervos, realizao de atividades de leituras com as turmas, capacitao
para os mediadores de leitura e a participao de crianas e adolescentes na formao de novos leitores, explicou a coordenadora da ONG, Ana Escurra.

Atualmente, a Bagulhadores do Mi tambm conta com o apoio da Organizao das Naes Unidas para a Educao, a Cincia e a Cultura (Unesco) e da Fundarpe, na capacitao dos mediadores de leitura e no aumento do acervo das bibliotecas. Nesse processo de formao, professores de bibliotecas se tornam leitores e se encontram com o prazer pela leitura. Isso fundamental ningum pode desenvolver o gosto pela leitura no outro dizendo: leia, que bom!, argumentou Ana Escurra.

Um dos maiores trunfos do projeto a Brigada Leitora, um grupo de crianas que vai escola depois das aulas ler para outros alunos. Na hora do recreio da Escola lvaro Lins de Caruaru, comum ver alunos da alfabetizao aproveitando o tempo de lazer para escutar as leituras na biblioteca. Eles gostam muito. Me sinto privilegiado em participar de um projeto que beneficia os estudantes, como se eu ajudasse o prximo a refletir, contou um dos integrantes da Brigada, Gustavo Csar Souza, 11 anos. Mas o momento predileto dos pequenos o Sussurrando Poesias, quando os mediadores leem trechos de poemas atravs de um cone gigante, uma espcie de telefone sem fio, no ouvido das crianas. Eu gosto muito, escuto coisas bonitas e aprendo a ler, disse o ouvinte atento da alfa Jonatas da Silva.

Para desempenhar essas atividades, os meninos que participam da Brigada recebem capacitao dos professores da biblioteca. Essa interao do aluno com o bibliotecrio valoriza ambos, que esto aprendendo e repassando o conhecimento.

Eu sinto que, com o projeto, o nosso papel est sendo reconhecido na escola, e os alunos esto resgatando o prazer pela leitura. Aps as atividades, eles vm me pedir: Tia, eu quero levar esse livro emprestado!, relembrou a coordenadora do Escola Leitora no lvaro Lins, Gisele Rossana Macedo.

Com o projeto, o nmero de livros emprestados por ms, na Escola lvaro Lins, aumentou para 1.700. No mesmo ritmo, segue a Escola Nossa Senhora de Ftima, tambm localizada em Caruaru, que intensificou a leitura nas salas de aula e no intervalo para o lanche. Os alunos participam ativamente das atividades da biblioteca. Hoje, ela um espao vivo, e acreditamos que estamos formando cidados, compartilhou a coordenadora do projeto na rede pblica, Edinilza Florncio.

O que antes afastava a curiosidade das crianas, agora, passou a ser um local convidativo, onde os alunos tambm se preocupam em preservar o acervo de livros. Uma biblioteca assim mostra a importncia desse espao como ambiente de pesquisa e leitura. Os alunos se tornaram multiplicadores de leitura, e a que est a mudana na educao brasileira, completou a coordenadora das bibliotecas na rede municipal de Caruaru, Ana Claudia Castro.

Na biblioteca da Escola Municipal Leonila de Souza Ribeiro, em Agrestina, o espao j era bastante frequentado pelos alunos, mas a implantao de uma Brigada Leitora foi fundamental para despertar o interesse das crianas por determinados gneros literrios. A gente tem um nmero bom de emprstimos, o diferencial agora que ampliamos o nosso acervo com a literatura indgena e africana, enfatizou a professora da biblioteca Nadja Borba.

BAGULHADORES DO MI

Fundada em agosto de 2002, com sede em Olinda, a ONG desenvolve projetos e aes voltados transformao da sociedade na educao, sempre enfatizando os direitos humanos. Atravs das expresses artsticas e da comunicao, a Bagulhadores do Mi conscientiza os grupos sociais, principalmente crianas e jovens em situao de risco, sobre os direitos e deveres de um cidado.

A ONG trabalha a questo socioambiental, implantando medidas sociais, educativas e polticas que visam melhoria da qualidade de vida das pessoas em vulnerabilidade. Umas de suas principais experincias so: o projeto Escola Leitora, Educando para a Sustentabilidade, Direitos de Crianas e Adolescentes em Situao de Emergncia, entre outros.

O trabalho desenvolvido pela organizao atende aos grupos de comunidades de risco e, em grande parte, do interior de Pernambuco, onde h uma carncia maior de projetos sociais, quando comparado ao nmero dessas entidades espalhadas pelas cidades do Recife e Olinda.

PRXIMOS CONCERTOS

19/07/2017

Orquestra Criana Cidad dos Meninos do Ipojuca na Caixa Cultural Recife

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio



Apoio

Patrocnio

Patrocnio Master

Realizao

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

/criancacidada

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.