POR

/

ENG

Revistas

Primeiros passos

Clave de sol, mnima, semnima, colcheia, sustenido e bemol. Tudo isso pode soar estranho e, at mesmo, desencorajador para quem est prestes a aprender a tocar algum instrumento musical. Mas existe um mtodo de ensino que est mudando o conceito de muitos alunos iniciantes. Com ele, as pessoas podem aprender a tocar - pasme - na primeira semana de aula. O mtodo Suzuki muito mais do que instrues, uma filosofia de vida.

Tudo comeou com um jovem japons chamado Shinichi Suzuki. Nascido em Nagoya, em 1898, filho de um fabricante de violinos, ele, aos 22 anos de idade, foi para a Alemanha para aprender a tocar melhor o instrumento que seu pai fabricava. L, amizades influentes no faltaram - o fsico Albert Einstein, que tambm tocava violino, um dos exemplos. Aps oito anos naquele pas, Shinichi, que teve dificuldades com o novo idioma, comeou a perceber que as crianas alems aprendiam a falar muito antes do que aprendiam a escrever - o que, a princpio, pode parecer bvio, mas motivou o japons a inovar. Suzuki viria a revolucionar o modo de se aprender a tocar algum instrumento.

De volta ao Japo, aps a Segunda Guerra Mundial, desafiaram-no a ensinar uma criana de apenas 4 anos de idade. "Ento ele pensou: como que eu vou fazer isso? Uma criana aprende a falar quando ela est em um ambiente familiar de amor e carinho, atravs da repetio de palavras", contou o professor Jos Ademar Rocha, introdutor do mtodo Suzuki em Pernambuco e na Paraba. Segundo Ademar, a metodologia utilizada se baseia na ideia de que as pessoas nascem com vrios potenciais, que vo ser desenvolvidos de acordo com os meios em que vivem.

Assim como os bebs aprendem a falar ouvindo diversas vezes as mesmas palavras e recebendo incentivo dos adultos, a maneira de ensinar a msica tambm vai seguir a mesma frmula. Ambiente apropriado, a presena da famlia e um mestre experiente vo conduzir o aluno ao domnio do instrumento, do mesmo jeito que uma criana estimulada a dominar a sua lngua-me. "A gente comea a ter aula de um jeito bem divertido. Pode ser at danando. Assim tambm se aprende msica", afirmou Robson da Silva, 16, participante da Orquestra Criana Cidad, que utiliza o mtodo.

No s ele que se identifica muito com o Suzuki. Professores, toda vez que o utilizam, se surpreendem com a rapidez com que os iniciantes comeam a tocar as primeiras msicas, sem antes ter noo de teoria musical. Um exemplo disso o professor Diogo Vasconcelos, 31. "Bem no comeo do projeto Orquestra Criana Cidad, ainda na primeira turma, o maestro (Cussy de Almeida) chegou para mim, no ms de agosto, e disse que os meninos teriam um concerto em dezembro". Ele confessa que chegou a duvidar de que daria tempo de faz-los tocar adequadamente para apresentar um concerto. "Em treze dias, eles j estavam encantando a todos", relatou o professor.

Mas h tambm aqueles que acreditam que o Suzuki serve apenas para a iniciao musical, e no para o futuro. Ademar rebate: "Quem aprende a tocar de ouvido vai ter o ouvido bom a vida inteira".

O Mtodo em Pernambuco

Ano de 1987. Era a primeira vez que o professor Jos Ademar Rocha, que, na poca, ainda cursava Msica na Universidade Federal da Paraba, entrava em contato com os escritos do criador do mtodo Suzuki. "Educao Amor", esse o nome do livro que abriria, ento, os olhos daquele universitrio para um novo tipo de ensino. Ainda no mesmo ano, o Conservatrio Pernambucano de Msica (COM) trouxe palestrantes sobre o mtodo, embora no o utilizasse. E l estava Ademar.

Quando voltou Paraba, ele comeou a aplicar, nos alunos, o que aprendeu, sendo, assim, o primeiro a introduzir o modo Suzuki de ensino na Paraba. No ano seguinte, o prprio COM o convidou para lecionar. A partir de 1988, as pessoas que tinham vontade de aprender, seja violino, violoncelo, viola, entre outros instrumentos, j podiam contar com o mtodo que prima pelo trip famlia-aluno-professor. Em 1989, o violinista viajaria para o Japo para se aprofundar na rea.

"Naquela poca, o conservatrio tinha apenas dez violinos para setenta alunos. Ento era uma dificuldade grande, mas tnhamos que trabalhar com a realidade", confessou Rocha. Segundo ele, somente na gesto do maestro Cussy de Almeida (1991-1994) foi que o nmero de instrumentos aumentou. "Ele mandou buscar na China mais instrumentos", o que ajudou na disseminao do Mtodo Suzuki, visto que cada aluno tinha um prprio violino para praticar.

Ainda de acordo com Rocha, foi graas a essa ampliao de instrumentos que projetos como o da Orquestra Criana Cidad existem. Muitas das primeiras turmas formadas pelo mtodo Suzuki esto engrenadas a todo gs, ensinando alunos a dar seus primeiros passos no mundo musical.

Disciplina e disciplina

E falando no trip, o prprio Ademar fala: "Para aprender msica comigo, eu digo logo que so dois os que sero meus alunos: o aprendiz e a me. Se a genitora no tiver disponibilidade a comparecer as aulas, eu no ensino". O radicalismo serve para deixar claro que o Suzuki no s um simples mtodo que ensina a tocar, mas tambm atravs do qual os alunos conhecem noes de bom carter e valores como disciplina, persistncia e amor.

Nada melhor mesmo do que aprender com a famlia. o que confirma Edna do Carmo Melo, me de um dos participantes da Orquestra Criana Cidad: "O Projeto mudou os meninos. Eles entraram aqui bem danados e melhoraram muito". Para a instrumentista Rebeka Muniz, 13 anos, tambm da Orquestra, "disciplina e msica tm tudo a ver. Sem ela, fica mais difcil aprender".

PRXIMOS CONCERTOS

19/12/2017

Cantata de Natal no Colgio Motivo

20/12/2017

Cantata de Natal na Caixa Cultural Recife

20/12/2017

OCC no Sesi PB

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio



Apoio

Patrocnio

Patrocnio Master

  • Ipojuca

  • Coque

Realizao

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Newsletter

Gesto

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.