POR

/

ENG

Revistas

O melhor ano da minha vida

Isaas Tavares o terceiro aluno da Orquestra Criana Cidad a ganhar uma bolsa de estudos na Europa

Depois de passar um ano em intercmbio na ustria, o jovem violista da Orquestra Criana Cidad Isaas Tavares terceiro aluno premiado com uma bolsa de estudos na Europa est de volta ao Recife, cheio de novos planos e ideias. L, ele estudou no conservatrio de msica Musickshuler in Neuhoffen, na cidade de Viena.

Isaas, 18 anos, considerado um menino engraado e talentoso por todos os colegas na Orquestra. Seus professores creem em um futuro promissor. Hoje, o jovem se diz mais maduro e j traa um objetivo: estudar para prestar vestibular na Universidade Federal de Pernambuco. Mas o que ele quer mesmo voltar ustria. O mestrado e o doutorado esto nos planos do violista.

Em entrevista Revista Criana Cidad, ele fala um pouco sobre a trajetria alm-mar. Foi uma incrvel jornada como ele mesmo diz. Saiba o porqu.

Revista Criana Cidad Qual a sensao de estar de volta ao Recife?
Isaas boa, mas, ao mesmo tempo, triste e duvidosa. Na verdade, eu no queria ter voltado, no ainda, pois gostaria de terminar meus estudos por l e tentar ingressar na Faculdade de Msica da Universidade de Lins. Conheci a faculdade e fiquei cheio de vontade de estudar l. Infelizmente, isso no fazia parte do meu programa, e tive que voltar. Do mesmo modo, muito bom rever minha famlia, meus amigos e poder contar tudo o que aconteceu comigo.

RCC- Como foi a recepo das pessoas na ustria?
Isaas Eu tinha, na minha cabea, que as pessoas de l eram arrogantes, metidas, antipticas e tudo o mais, mas, graas a Deus, tive uma surpresa. Tudo foi muito diferente: as pessoas foram bastante receptivas, as famlias me acolheram com bastante carinho, os amigos que eu conquistei l foram para sempre.

RCC Voc passou por muitas casas diferentes?
Isaas Eu passei por trs famlias. Isso fazia parte do meu programa. Primeiro, eu fiquei na casa da famlia Fischer, durante quatro meses. Morava com meu pai e minha me, eles tinham dois filhos que eram casados. A segunda famlia se chamava Aschaber. Passei trs meses morando com meus pais, avs e quatro irmos. Por ltimo, fiquei quatro meses na casa da famlia Marschner, com pai, me e o irmo mais novo de trs filhos.

RCC Como foi aprender msica estando permeado por uma cultura to distinta?
Isaas Foi muito difcil! No comeo, me senti como se eu no soubesse tocar nada. O nvel era muito alto. Meu professor dizia que era nvel de universidade. Fazer trabalho, ento... As peas eram difceis, exigiam muito do msico. Eu tive dificuldade na tcnica tambm, pois l eles no usam o mtodo Suzuki. Era mais avanada, e tnhamos que aprend-la rpido. A gente aprendia hoje; amanh, j tnhamos que sab-la toda. Era muito puxado.

RCC E a rotina, como era?
Isaas Eu morava em um lugar longe da escola e do conservatrio, ento, o percurso era um pouco longo, e eu tinha que acordar bem cedo para poder pegar o nibus da escola e chegar na hora certa. De manh, na escola, eu seguia com os estudos normais; tarde, estudava msica duas vezes por semana e tinhas aula de alemo; e noite eu ficava em casa ou saa com amigos ou familiares. Eu aproveitei bastante minha vida social.

RCC Voc sentiu muita dificuldade na comunicao?
Isaas E como senti! Falar alemo muito difcil. Eu senti mais dificuldade na escola. Demorei muito para conseguir me relacionar com as pessoas. No conservatrio, foi diferente. As pessoas me acolheram muito bem, e os professores foram muito gentis comigo. Quando se trata de msica, no necessrio saber falar a mesma lngua, basta saber tocar que o resto vem depois. J na escola em que eu estudava alemo, foi muito tranquilo. Eu tive aulas com outros brasileiros e pessoas de outros pases. Todos tinham o mesmo nvel de alemo.

RCC Voc conheceu muitos lugares?
Isaas Muitos. Foi a melhor parte da viagem. Eu fui a alguns lugares com os meus familiares, fiz um city tour pela Europa com os grandes amigos que fiz na escola de alemo. Conheci a Hungria, Alemanha, Tchecolosvquia, Holanda, Inglaterra, Frana, Itlia, Espanha e muito mais. Era cada lugar mais lindo que o outro.

RCC Fez muitos amigos?
Isaas Tenho certeza de que muitos sero meus amigos pra sempre. Fiz amigos na orquestra, na escola de msica, na escola de alemo e os meus familiares. Saamos muito. Quase todos os dias eu era convidado pra fazer alguma coisa. s vezes, saamos depois das aulas, amos aos shoppings, lanchonetes, parques e, noite, a festas, baladas, casa de algum.

RCC Agora voc est de volta. O que pretende fazer?
Isaas Quero terminar os meus estudos na escola e prestar vestibular para a Universidade Federal de Pernambuco, no curso de msica. Quero impulsionar a Orquestra Criana Cidad o mximo possvel passar tudo o que aprendi aos meus amigos para eles conhecerem as peas estudadas na ustria. Estou tentando formar um quarteto de cordas, com os melhores daqui da Orquestra, para aprofundarmos mais os nossos estudos. Fui convidado pela professora Janayna para ser monitor nas salas dos iniciantes, e isso vai ser muito bom tambm. Tambm quero comear a trabalhar, para ajudar a minha me com as coisas da casa.

RCC Voc deseja voltar ustria algum dia?
Isaas Se for para fazer alguma coisa de estudo, quero muito. Eu gostaria de estudar na Universidade de Lins, onde eu tive muitas aulas com a orquestra de l. Seria um sonho.

RCC Como voc diferencia o Isaas de antes de viajar com o Isaas de hoje?
Isaas Completamente diferente. Antes, eu era apenas um menino que aprendeu a tocar viola, mas que no levava muita coisa a srio. Agora, sou uma pessoa mais madura, mais crdula e, principalmente, mais confiante na minha capacidade.

JOGO RPIDO

RCC - Agora fala, com todas essas atividades, voc arranjou tempo pra namorar?
Isaas Sempre h tempo para isso! (risos)

RCC - De todos os lugares que voc conheceu, qual destacaria?
Isaas difcil escolher, mas eu adorei a Itlia. um lugar sensacional.

RCC - E a comida?
Isaas Comi muita comida italiana que, por sinal, muito boa. No tive muito problema em comer. Sou bom de boca! (risos)

RCC - Algo inesquecvel.
Isaas A Torre Eiffel.

RCC - Uma experincia.
Isaas Pilotar um avio. O meu pai da terceira famlia era piloto, e ele me deixou pilotar, com ele, aqueles avies de duas pessoas. Foi incrvel!

RCC - Algum serviu de exemplo para voc?
Isaas Sim. O meu professor de viola, Peter Aigner. Ele foi fundamental para o meu rendimento.

RCC - Se tivesse que escrever uma redao sobre sua viagem, qual seria o ttulo?
Isaas O melhor ano da minha vida.

PRXIMOS CONCERTOS

03/06/2017

2 Concerto Oficial da Temporada 2017

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio



Apoio

Patrocnio

Patrocnio Master

Realizao

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

/criancacidada

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.