POR

/

ENG

Revistas

ABCC lana Olimpadas Criana Cidad

Projeto movimentou 1.500 estudantes em oito diferentes modalidades esportivas

Uma iniciativa da Associao Beneficente Criana Cidad (ABCC), organizao gestora da Orquestra Criana Cidad, engajou cerca de 1.500 alunos da rede pblica de ensino em competies esportivas dos dias 30 de maio a 15 de junho. As Olimpadas Criana Cidad, realizadas em parceria com a Secretaria de Educao do Estado e o Tribunal de Justia de Pernambuco, foram idealizadas com o objetivo de ressocializar crianas e adolescentes que vivem em situao de alto risco social atravs do esporte.

Em solenidade concorrida no Quartel do Derby, a ABCC lanou o ciclo de competies no dia 29 de maio. A cerimnia seguiu protocolos olmpicos, como o hasteamento das bandeiras de Pernambuco e do Brasil e acendimento da pira, ao som do Coral da Escola Frei Jaboato e da Banda da Polcia Militar. Cerca de 15 estudantes de cada uma das 18 escolas participantes compareceram solenidade. Todas as instituies de ensino integram a rede pblica estadual e esto localizadas na Regio Metropolitana do Recife. Elas fazem parte do programa Escola Legal, promovido pela Secretaria de educao do Estado em parceria com a Vara da Infncia e Juventude, e foram selecionadas por estarem situadas em regies de vulnerabilidade e violncia.

O desembargador Nildo Nery, presidente da ABCC e idealizador das Olimpadas, ficou responsvel, ao lado do secretrio estadual de Educao, Anderson Gomes, pelo chute inicial do jogo de futebol que deu incio s competies Colgio da Polcia Militar versus Frei Jaboato. Fico muito satisfeito em ver a realizao das Olimpadas Criana Cidad. Acredito no poder de transformao dos esportes, assim como testemunho, diariamente, o que a msica faz no caminho de jovens em situao de risco, comentou o desembargador, destacando a importncia da Orquestra Criana Cidad, programa da ABCC.

O juiz Paulo Brando, da Vara da Infncia e Juventude do Recife, tambm enfatizou a
possibilidade de mudana para aquele que se engaja em jogos esportivos. Vejo como uma boa maneira de lutar contra as mazelas sociais da ps-modernidade. J Anderson Gomes observou o valor das parcerias entre o governo e associaes da sociedade civil. Para o secretrio, os esportes so um dos melhores vetores de socializao que existem. A competitividade e a interao ajudam. Considero as disputas nesses moldes bastante salutares.

Entusiasmo unnime entre jovens atletas

Na cerimnia de abertura das Olimpadas, o sentimento de euforia era grande entre os alunos, especialmente entre os jovens da Irm Magna, instituio de ensino localizada em Nova Descoberta, Zona Norte do Recife. Jovens integrantes dos times de futebol masculino e feminino, alm de representantes da equipe de atletismo, mostravam animao na torcida do amistoso de futebol que marcou o incio das competies.

talo Wedson, 16 anos, foi um dos destaques do time de futebol da Irm Magna. Ele j integra a equipe oficial da escola, na posio de volante, e foi chamado para participar das Olimpadas pela professora de Educao Fsica Ana Carla Andrade. Eu jogo bem desde pequeno. Quero ser jogador profissional do Sport Club do Recife, conta ele, que coleciona trofus e medalhas pelo time da Irm Magna. J as jogadoras Bruna Alexandre e Talita Guedes, ambas com 13 anos, reforaram o ataque do time feminino. Jogamos futebol h trs anos. Treinamos com a famlia e os amigos. Sabemos que difcil viver disso, que o pas no valoriza os times femininos, mas no vamos desistir, afirma Bruna.

A Irm Magna ainda trouxe, solenidade, trs atletas que competiram nas corridas de revezamento: Beatriz Silva, 13, Glria Celeste, 14, e ris Vitria, 14. Elas admitiram estar menos preparadas do que as escolas rivais. Na verdade, a Irm Magna no tinha uma equipe de atletismo. A gente se juntou somente para as Olimpadas. Achei interessante porque correr legal, concluiu Beatriz.

Finais levam emoo a competidores

A rivalidade marcou a disputa pelos primeiros lugares das Olimpadas e com as partidas de queimado no foi diferente. O time feminino das Escolas lvaro Lins e Felipe Camaro e o masculino das Escolas Cndido Pessoa e Felipe Camaro se enfrentaram na final, no dia 6 de junho. Os jogos aconteceram ao mesmo tempo, nas quadras doCentro Integrado de Defesa Area e Controle de Trfego Areo (Cindacta III), no Recife. As partidas foram decididas em melhor de trs tempos. Na final feminina, cartes amarelos e advertncias verbais da arbitragem aumentavam a tenso entre os times, que comemoravam cada ponto. A Escola Felipe Camaro dominou a partida com jogadas elaboradas e muita agilidade, enquanto a lvaro Lins se mantinha na defensiva, com ataques pontuais.

As meninas da Felipe Camaro levaram a melhor, vencendo o primeiro e o segundo tempos na melhor de trs. A artilheira da partida foi a aluna Elaine Tavares. Essa vitria significa muito para ns. Jogamos todos os dias na escola e somos muito entrosadas. Dominamos a partida e conquistamos o ttulo, afirmou a atleta.

O time masculino da Felipe Camaro tambm conquistou o ttulo de queimado, fechando o placar em dois tempos a um. O jogo foi decidido ponto a ponto, numa disputa bastante acirrada. Os nervos estavam flor da pele, e discusses paralelas entre os times eram advertidas a todo momento.

No ltimo tempo do jogo, a Felipe Camaro apresentava um time focado. Mesmo sem tcnico, os competidores chegaram concluso que deviam brigar menos e jogar mais. A mudana de atitude foi decisiva para a partida. O atleta Wellington Alves foi buscar o jogo. Partiu para cima da Cndido Pessoa e conquistou a artilharia do campeonato.

Foram cinco jogos at a final, e passamos muito bem por todos eles. Ns jogvamos na escola por brincadeira mesmo, no eram treinos. Hoje, conquistamos o primeiro lugar, que eu quero dedicar ao nosso professor de educao fsica, Albrico Falco, que nos ajudou e disse que podamos conquistar tudo se acreditssemos primeiro em Deus e, depois, em ns mesmos, disse Wellington.

O capito Alef Viana deu um bom exemplo de competitividade e foi cumprimentar o time adversrio aps o final do jogo. A rivalidade s dentro da quadra, completou.

Confira o resultado final das Olimpadas
Criana Cidad na prxima edio da revista Criana Cidad.

Para maiores informaes, acesse:
www.associacaocriancacidada.org.br e clique no banner Olimpiadas Criana Cidad


PRXIMOS CONCERTOS

27/04/2017

Concerto didtico com o Quarteto Groovy

02/05/2017

Ncleo Popular da OCC

03/06/2017

2 Concerto Oficial da Temporada 2017

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio



Apoio

Patrocnio

Patrocnio Master

Realizao

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

/criancacidada

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.