POR

/

ENG

Revistas

Primeira escola de lutheria de PE inaugurada

A Orquestra Criana Cidad (OCC) inaugurou, no dia 10 de setembro, a primeira Escola de Formao de Luthier e Archetier de Pernambuco e uma das
poucas do Brasil. A iniciativa partiu do fundador e coordenador da Orquestra, juiz Joo Targino, e visa no apenas oferecer um curso nico de profissionalizao para os adolescentes do Coque, mas tambm a preservao de um ofcio que est quase extinto
em todo o mundo: o do luthier e do archetier.

Trs fatores foram fundamentais para a concepo da ideia de viabilizar a Escola: o fato de que ns dispnhamos das condies fsicas e humanas necessrias, a percepo de que o Coque um celeiro de grandes talentos sem oportunidades e o desejo de evitar a extino de profisses to raras e, ao mesmo tempo, essenciais, explicou Targino.

Para quem nunca ouviu falar de tais profisses, pode-se dizer que o luthier o responsvel pela construo, reparo e manuteno dos instrumentos
de corda em si, e o archetier tem as mesmas funes em relao ao arco a haste com que o msico toca o instrumento. O arco transmite a vibrao do som para o msico. Sem um bom arco, no adianta ter um excelente instrumento em mos. como se fosse um meio instrumento, explica Jlio Rocha, luthier e um dos professores da nova escola.

Representantes de empresas e instituies parceiras da Associao Beneficente Criana Cidad (ABCC) e da Orquestra estiveram presentes no Quartel do Cabanga sede do programa para prestigiar a cerimnia de inaugurao. Entre eles, o general Aguiar, comandante da 7 Regio Militar e 7 Diviso de Exrcito; Cludio Costa, presidente da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos ltimos Dias; e Anderson Gomes, secretrio de Educao do Estado.

Ao mesmo tempo em que temos obrigao de defender a ptria, tambm procuramos dar apoio cvico e social s comunidades que necessitam de ateno. Por isso, um prazer imenso estar aqui hoje ao lado da ABCC, de Nildo Nery e Joo Targino, incentivando a expanso do trabalho realizado na Orquestra Criana Cidad,
afirmou o general Aguiar.

Em fala objetiva, porm marcante, o desembargador Nildo Nery, presidente da ABCC, emocionou o pblico em agradecimento ao alcance de mais uma conquista. Deus fertilizou este solo para formar profissionais competentes a partir de um projeto que s se sustenta graas vontade Dele e unio de pessoas que querem fazer bem aos jovens do novo Coque, declarou.

Se, para o magistrado, a satisfao de ver a Escola iniciando suas atividades no tem tamanho, para Joo Batista, 85, e Jlio Rocha, 45, archetier e luthier da Orquestra, respectivamente, e professores do novo curso, a sensao de um pai que ensina ao filho o que sabe fazer de melhor. Eu aprendi a ser luthier e archetier com muita dificuldade, dignidade, dedicao e amor. Passar para esses meninos o que eu aprendi ao longo de uma vida realizao pessoal e uma grande oportunidade de no deixar o ofcio se extinguir. Espero que eles se tornem excelentes profissionais, melhores do que eu, inclusive, confessa Joo, que trabalha na OCC h seis anos, desde que o programa foi criado.

Os seis alunos selecionados para a primeira turma do curso moram na comunidade do Coque, tm entre 15 e
17 anos, esto matriculados na rede regular de ensino pblico, apresentam boa frequncia e boas notas e fizeram uma avaliao de portugus e matemtica. Alm disso, a aptido fsica dos adolescentes tambm foi observada, pois, segundo Jlio Rocha, preciso fora e poder de concentrao para estudar lutheria e archeteria.

Durante cinco anos, eles vo aprender a construir e consertar instrumentos de corda e arcos. Dependendo da disposio e fora de vontade dos aprendizes, no entanto, os primeiros instrumentos j podero ser fabricados em menos tempo. Se eles se esforarem e se dedicarem, acredito que possvel ter um cavaquinho primeiro instrumento a ser construdo
pelos meninos na Escola finalizado aps um ano de curso, afirmou Jlio.

A estudante Priscila Arajo, 16 anos, j havia feito teste para a Orquestra em 2009 e teve contato com instrumentos de percusso. Na ocasio, a jovem no
conseguiu alcanar os objetivos como instrumentista. A oportunidade de integrar o projeto atravs da Escola de Lutheria surgiu como uma nova chance para Priscila estar mais perto da msica que tanto admira. Eu pretendo me dedicar, prestar ateno nas aulas e, quem sabe, conseguir construir um violino para minha irm, que faz parte da Orquestra, poder tocar, afirma a estudante.

Juliane Sotero, 15, ficou sabendo da seleo para o curso de lutheria atravs da coordenadora pedaggica
da Orquestra Cidad, Janayna Mendes. A professora foi at o meu colgio e falou sobre a nova Escola. Eu me interessei bastante, pois tinha muita vontade de fazer parte do projeto, explica a garota.

A msica j fazia parte da vida de Juliane, que aprendeu a tocar violo h poucos meses e, agora, enxerga uma nova oportunidade para concretizar seus sonhos. Eu quero muito aprender a transformar madeira em instrumentos musicais. Quando eu estiver bem preparada no curso de lutheria, quero construir um violo com minhas prprias mos e poder toc-lo, completa.

UMA ESCOLA QUE CHEGA EM BOA HORA

A Escola de Formao de Luthier e Archetier chegou em boa hora. Alm de haver poucos luthiers e archetiers no Brasil e no mundo, o mercado de instrumentos musicais est se aquecendo e, com isso, a demanda cresce. E as primeiras parcerias j esto firmadas. Uma empresa japonesa que fabrica instrumentos musicais dar
suporte financeiro para a Escola e, em contrapartida, os instrumentos produzidos pelos adolescentes do Coque
sero enviados ao Japo.

Nenhum esforo foi poupado na implantao da Escola; as melhores mquinas, ferramentas e matrias- primas esto disposio dos aprendizes, tudo em prol do aproveitamento mximo da mo de obra especializada a ser formada e dos instrumentos a serem fabricados. Ns buscamos as melhores fontes para montar a Escola. Mquinas e ferramentas foram compradas dos Estados Unidos, da ustria, da Eslovquia e da Itlia, pases de referncia mundial na produo desses instrumentos, afirma o coordenador da OCC, Joo Targino.

Conclumos, hoje, o rduo trabalho de sete meses (de preparao das instalaes e seleo dos alunos). Acreditamos que vamos colher os frutos desse trabalho dentro de um tempo breve e apostamos no interesse dos jovens, porque nada ser possvel sem isso, comentou o luthier Jlio no evento de inaugurao da Escola.

As aulas sero divididas entre a prtica e a teoria. Joo Batista explica que ir usar pontos do mtodo Suzuki para despertar o interesse dos alunos pelas aulas. Vamos mostrar as ferramentas, como elas devem ser utilizadas e, enquanto eles forem tendo contato com
os instrumentos de trabalho, eu vou falar sobre teoria. Acredito que isso despertar o interesse dos alunos para pesquisar sobre lutheria e archeteria, explica.

Junto ao luthier e professor da Orquestra Criana Cidad, h uma equipe de profissionais, colaboradores e instituies que tambm apoiam e acreditam nesse novo programa. o caso de Cludio Costa, presidente da igreja dos mrmons, que acompanha o trabalho da Orquestra desde o seu incio e se impressiona com o desenvolvimento tcnico-musical dos meninos a cada vez que visita a sede da Orquestra. O que eu vejo nesses jovens msicos que (atravs do programa) eles aprendem o que verdadeiramente so: filhos de Deus e cidados de primeira, disse. E completou: Enquanto existir o mundo, ns (da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos ltimos Dias) estaremos dando apoio a esse trabalho.

O secretrio de Educao afirmou, por sua vez, que muito louvvel a iniciativa da Orquestra Criana Cidad, pois os jovens precisam ser incentivados a buscarem uma vida melhor com as ferramentas que lhes so disponibilizadas. Antes de chegar nesta solenidade, eu pesquisei o significado das expresses luthier e archetier, pois para mim eram novas, como acredito que sejam para esses meninos. Eu toro para que eles se tornem exemplo para outros jovens e
sintam orgulho deles mesmos, afirma.

Anderson Gomes tambm comentou que as aes realizadas pela Orquestra abrem portas para um futuro promissor e possibilitam que os jovens sejam reconhecidos por seu trabalho. Esse projeto faz com que os integrantes sejam vistos por grandes nomes da msica erudita pernambucana e tenham espao para mostrar a capacidade que eles possuem, completa.

A torcida e o apoio vm de todas as partes. Cada novo programa que abre portas e oportunidades para quem precisa muito bem-vindo. E nisso, a ABCC e a Orquestra Criana Cidad esto ficando craques.

LUTHERIA E ARCHETERIA - A ARTE DA CONSTRUO E REPARAO DE INSTRUMENTOS E ARCOS

A magia da msica transmitida atravs dos instrumentos, que so o canal para essa forma de expresso. Para que se realizem as grandes apresentaes, dois profissionais entram em cena nos bastidores das orquestras: o luthier e o archetier. Essas profisses, hoje raras, surgiram em meio era Renascentista, na Europa do sculo 15, e concentram suas atividades na construo e no reparo de instrumentos de corda e madeira.

A raiz da palavra lutheria vem de luth, que significa alade em portugus, um instrumento bastante utilizado nos grandes saraus europeus. Instrumentos
como violo, viola e bandolim surgiram a partir do alade e foram criados pelos luthiers. J a archeteria uma ramificao do ofcio de luthier e se encarrega da fabricao de arcos para instrumentos eruditos, como violino, violoncelo, viola e contrabaixo.

O luthier mais experiente da Orquestra Criana Cidad Joo Batista. Ele tem 85 anos de idade e 60 de profisso. Desde a infncia, o luthier convive com
o ofcio praticado por um tio que construa rabecas no municpio de So Joaquim do Monte, agreste pernambucano. Aos 21 anos, Joo Batista construiu sua primeira rabeca; os demais instrumentos vieram naturalmente depois. Atualmente, Joo tambm archetier e modela os arcos usados pelos meninos da Orquestra Cidad.

Jlio Rocha luthier da Orquestra e est no projeto h um ano e cinco meses. Ele explica que necessrio ter responsabilidade, ateno e pacincia para desenvolver as aptides necessrias e trabalhar na fabricao e reparo dos instrumentos de corda.

A capacidade de concentrao tambm a chave para ser um bom luthier. Se os alunos no conseguirem se concentrar, eles no vo produzir nada. Por isso, nas aulas, ns vamos incentiv-los a serem mais atenciosos com os instrumentos que vo produzir,
conclui.

CURIOSIDADE: A MAGIA DOS STRADIVARIUS

Muitas histrias e lendas rondam o universo musical acerca dos violinos Stradivarius. Esses instrumentos de sonoridade rara e visual sutilmente elaborados so o sonho de consumo de qualquer violinista. O luthier Antonio Stradivari nasceu em 1644 e viveu 93 anos, dos quais 70 foram dedicados fabricao de instrumentos de corda.

Os violinos de Stradivari absorveram toda a tradio de Cremona cidade natal do artista e bero da lutheria mundial em sua fabricao. Em 1968, o arteso comeou a produzir um tipo de violino maior e com o som mais encorpado. Todos queriam saber o segredo da construo daqueles violinos to especiais, mas o luthier s revelava que a diferena era a quantidade do verniz que ele utilizava, que era misturado a um corante.

No entanto, apesar das especulaes da poca, as propriedades acsticas dos instrumentos esto mais ligadas a outros aspectos objetivos do que qumica envolvida durante a produo. Os desejados Stradivarius teriam recebido uma ajuda da natureza e adquirido caractersticas acsticas incomparveis.

Segundo pesquisadores de Cremona, na poca em que os instrumentos foram produzidos, houve um inverno rigoroso que deixou a fibra das rvores
mais rgidas e compactas. Dessas rvores, foi extrada a madeira para a fabricao dos violinos e violoncelos. Antonio Stradivari uniu as formas delicadas, o verniz e a qualidade da madeira para fabricar um verdadeiro tesouro musical.

PRESENTE PARA A ORQUESTRA - A Orquestra Criana Cidad recebeu um presente ilustre no dia 14 de setembro: um violino alemo semelhante ao Stradivarius, fabricado h 90 anos. A empresria Jandyra Alves Lima foi a responsvel pela doao. O instrumento foi dado a Jandyra pelo pai ainda na infncia. Ele foi usado por 10 anos e ficou guardado durante seis dcadas at ganhar um novo lar. O luthier Jlio Rocha, da Orquestra, vai revitalizar o instrumento para depois disponibiliz-lo a um aluno do projeto social.

PRXIMOS CONCERTOS

19/07/2017

Orquestra Criana Cidad dos Meninos do Ipojuca na Caixa Cultural Recife

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio



Apoio

Patrocnio

Patrocnio Master

Realizao

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

/criancacidada

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.