POR

/

ENG

Revistas

Por uma ABCC ainda melhor

Toda organizao necessita, antes de tudo, de pessoas comprometidas e que acreditem nos objetivos traados no ncleo vital da instituio. Ao longo de seus 12 anos, o Programa Criana Cidad e a Associao Beneficente Criana Cidad (ABCC) contaram com o apoio de colaboradores dedicados, que, com sua ajuda, foram fundamentais para o desenvolvimento de um trabalho social de grande sucesso e reconhecimento. Sendo assim, nada mais justo do que escutar as sugestes dos conselheiros e colaboradores para a melhoria e a otimizao das atividades realizadas nos espaos da ABCC em 2013.

Dois mil e treze auspicia-se como o ano de crescimento e grandes conquistas da ABCC, mesmo enfrentando a grave ameaa externa que a crise econmica. O certo que a Orquestra Criana Cidad est sendo contemplada com a construo da modernssima Sala de Concertos Presidente Lula e da Escola de Msica Maestro Cussy de Almeida. J se acha em pleno funcionamento a Escola de Formao de Luthier e Archetier, ao mesmo tempo em que foram ampliadas as instalaes da sede atual, com a edificao do Ncleo de Sopro. Os maestros Lanfranco Marcelletti e Gustavo Paco esto motivados para espalhar a boa msica nas escolas, igrejas, instituies, teatros e comunidades, mesmo porque a msica o melhor instrumento para mudar a nossa realidade social.

Por outro lado, est sendo estruturado o departamento de Psicologia, que atender, diariamente, os alunos e seus familiares. No Espao Criana Cidad, foram construdas novas salas, para acolher maior nmero de estudantes, na oportunidade em que os cursos profissionalizantes ofertados pelo Senac e Universidade Federal Rural ganham uma maior dimenso.

Tambm est em expanso, na ABCC, a prtica esportiva. A realizao dos jogos promovidos pela Associao vem atraindo apoio dos rgos governamentais e do terceiro setor. No ano de 2013, com o copatrocnio das prefeituras, centenas de educandrios estaro envolvidos em jogos olmpicos. O objetivo o aperfeioamento constante dos adolescentes atravs de atividades que gerem atitudes positivas de cidadania.

A ABCC e a Escola Legal esto unidas, somando foras, diminuindo a excluso social, multiplicando oportunidades para os carentes e dividindo responsabilidades para que, em Pernambuco, seja instalada uma rede efetiva de proteo infncia e juventude. A ABCC, em 2013, tambm pretende participar de aes culturais ecolgicas, de conscientizao sobre a importncia do Direito Ambiental. Vamos promover concursos para premiar as melhores ideias na rea.

Para que possamos consolidar e ampliar nossas aes, como bem preconiza a conselheira Valria Pragana, preciso que mais pessoas experimentem caminhar ao nosso lado, gerando mais energia e ideias. Todos os fundadores de nossa entidade esto conscientes de que o principal objetivo contribuir para que o Recife seja uma cidade onde no existam crianas em situao de risco nas ruas, como alerta Nilzo Nery. Com a chegada de uma nova gesto municipal, quando novos planos so realizados, as possibilidades de mudana se tornam mais significativas.

Que Nosso Senhor Jesus Cristo e sua Santssima Me nos protejam com Seu manto: todos ns, idealizadores, fundadores, patrocinadores, parceiros, dirigentes, gestores, coordenadores, conselheiros, voluntrios, professores, funcionrios, divulgadores, alunos e familiares, para que possamos levar mais amor s crianas necessitadas.
(Nildo Nery dos Santos, presidente da ABCC)


Sempre considerei que o objetivo principal da ABCC o de contribuir para que o Recife seja uma cidade onde no existam crianas em situao de risco nas ruas. Creio que as oportunidades para tentar atingir esse objetivo surgem com a chegada de uma nova gesto municipal, quando novos planos so realizados, e as possibilidades de mudana se tornam mais significativas.

Todos devem concordar que a educao a base para vida cidad e, da, surge a insistncia que devemos ter na afirmao de que lugar da criana na escola. O viver em situao de rua leva a criana a riscos indesejveis. Por isso, fundamental que o setor pblico e as entidades do terceiro setor, voltadas para o apoio s crianas, continuem seu trabalho para resgat-las dessa situao.

Vamos redobrar os esforos em apoio s famlias para que consigam manter seus filhos longe do perigo das ruas e perto das escolas e das instituies que os qualifiquem para uma vida feliz.
(Nilzo Nery, colaborador)


Devemos adotar medidas que assegurem a continuidade dos trabalhos hoje desenvolvidos pela ABCC, tanto no que se refere captao de recursos necessrios s suas atividades quanto existncia de um corpo tcnico compatvel com as exigncias dos trabalhos desenvolvidos.

importante, tambm, promover fortalecimento do nome da instituio junto ao pblico externo, visando a uma maior visibilidade da ABCC como um todo, de forma a ampliar a captao de recursos para outras reas de atuao da instituio, outros projetos alm da Orquestra Meninos do Coque.
(Ricardo Santana, conselheiro)


Vivemos numa poca de tempo escasso, de muitos meios de comunicao, de redes sociais frenticas, de pessoas que tentam driblar a sensao de vazio e encontrar um caminho que d sentido sua existncia.

A ABCC cumpre sua misso para as crianas em situao de risco, ofertando-lhes dignidade, uma razo de ser e a possibilidade de se ver no futuro como um cidado. De outro lado, a ABCC cumpre o papel de ofertar, s pessoas de boa vontade, a oportunidade de participar de um projeto de vida, de se engajar em aes que promovam o desenvolvimento humano. Ao agir assim, sentir-se-o recompensados pela aprendizagem, pelo compartilhamento e pela alegria de doar-se.

Para que, em 2013, a ABCC possa consolidar e ampliar suas aes, preciso que mais pessoas experimentem caminhar a seu lado, gerando mais energia e novas ideias. Eu garanto que, nesse caminho, voc, leitor, encontrar alegria e paz. Em 2013, a ABCC espera por voc!
(Valria Pragana, diretora de Gesto de Pessoas)


Tratando-se de uma instituio to abrangente e bem organizada como a ABCC, sugiro uma nova ao cidad: qualificao profissional por exemplo, uma padaria, que poderia acontecer no Caiara, ou em uma comunidade amparada por nossa Associao. (Jos Marques Costa Filho, conselheiro)


Os altos ndices de mortalidade e a baixa sobrevida de crianas e adolescentes, vtimas de negligncia, maus tratos e abandono, ainda so dados incontestes na nossa sociedade. O crack se apresenta, nesse contexto, como o principal agente avassalador da nossa juventude.

Sendo a msica um dos maiores instrumentos de real transformao pois, na sua essncia, ela tem a propriedade de relaxar o corpo, acalmar a alma e inibir a violncia , esperamos que, em 2013, a nossa instituio possa se debruar em aes de contribuio no combate s drogas.

Os componentes da Orquestra Criana Cidad podem ser utilizados como referncia, por meio de depoimentos nos principais meios de comunicao, utilizando frases de efeito, afirmando que a droga no compensa, que eles so testemunhas vivas, e que um alento, uma esperana e a certeza de que, com uma atitude, um gesto de amor, possvel, sim, mudar e tornar o mundo melhor.

A ABCC, hoje, deve ter, na sua essncia, o reconhecimento na sociedade como uma benfeitora da humanidade. Para isso, fundamental que aes de divulgao da sua imagem pblica como um todo, como instituio constituda, sejam mais exploradas.
(Herivelto Alexandre, diretor de Planejamento)

PRXIMOS CONCERTOS

19/08/2017

Concerto comemorativo de 11 anos da Orquestra Criana Cidad

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio



Apoio

Patrocnio

Patrocnio Master

Realizao

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

/criancacidada

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.