POR

/

ENG

Revistas

Uma grande arte para pequenos msicos

Complexidade da msica no afasta crianas e adolescentes, que cada vez mais embarcam no mundo da cincia dos sons

O falecido professor japons Schinichi Suzuki, criador do mtodo Suzuki de ensino musical, expressou certa vez que seu desejo mais profundo era que todas as crianas do mundo pudessem ser boas criaturas, pessoas felizes, com habilidades superiores. Atravs da msica, ele se dedicava com todas as energias para alcanar o objetivo, pois estava convencido de que todas as crianas nasciam com esse potencial.

Sem dvida, a msica uma ferramenta capaz de modificar comportamentos e atitudes. Segundo a psicloga Teresa Pallotino, que acompanha os meninos da Orquestra Criana Cidad, todos eles se tornaram mais responsveis e disciplinados depois de frequentarem o projeto. Desenvolveram noes de cuidado e sensibilidade. Basta analisar a relao que eles tm com o instrumento: cuidam das cordas, no deixam em qualquer lugar, preocupam-se com a conservao e no emprestam a qualquer um, explica. O mesmo acontece na relao desses jovens msicos com as outras pessoas: Eles ficaram at mais amveis, completa a psicloga.

As mes de crianas e adolescentes que estudam msica tambm percebem a diferena que ela causa no comportamento dos filhos. Lcia Lucena, me de Luan, 6 anos, diz que o menino est mais estudioso, e at o desempenho na escola melhorou. Ele tem mais disciplina e concentrao. Ele j percebeu que a msica exige isso. Fez at um horrio para cumprir as atividades. Maria Auxiliadora da Silva, me do violinista Diego da Cunha, 14 anos, conta que o adolescente era muito agitado: Ele mudou muito. Parece que a msica acalmou os nervos.

Ningum melhor do que o prprio jovem para comentar sobre os benefcios que a msica traz para si. A estudante de piano do Conservatrio Pernambucano Andrea Santana, 13 anos, relata o seguinte: interessante porque vou descobrindo outro mundo, diferente daquele que se conhece hoje. Eu estou aprendendo a gostar de outro tipo de msica, e de melhor qualidade, na minha opinio. Ela destaca ainda que a ateno e disciplina so, sim, fundamentais para o aprendizado do instrumento. A gente precisa estar bem concentrada para poder tocar, finaliza.

Para a professora de canto e teoria musical Rejane Campelo, a msica proporciona, para muitas pessoas, uma nova leitura e perspectiva. Ela afirma que o jovem que passa a fazer parte de algum projeto envolvendo msica dificilmente volta a ser o mesmo depois que sai dele. Segundo ela, a msica muda a direo e o destino das pessoas.

Uma distncia complexa

Mas o que leva meninos e meninas de to pouca idade a estudarem algo to complexo como msica, principalmente a erudita? difcil imaginar quais so esses motivos, quando as influncias musicais contemporneas no colaboram nem um pouco para o fato. O canal de msica MTV, por exemplo, cuja audincia majoritariamente composta de jovens, no transmite nenhum programa voltado para a msica erudita, e canes como as de Bach e Mozart no tocam nas rdios.

Porm, as adolescentes Paloma Hoover, Andra Brando, ambas de 15 anos, e Danielle Severo, 17, sabem muito bem o que as motivaram a entrar no universo musical. Paloma conta que assistiu a um filme da banda inglesa Pink Floyd no qual uma das personagens tocava o 1 Movimento do Concerto de Elgar para violoncelo. Ela ficou encantada com o instrumento. Me apaixonei pelo som e quis aprender vrias coisas, declara. Andra e Danielle, por sua vez, assistiram a concertos ao vivo. Andra, que toca violino, viu um casal de instrumentistas alemes se apresentar no Teatro de Santa Isabel. Gostou tanto que foi pesquisar mais a respeito. J Danielle, violoncelista como Paloma, se sentiu interessada depois que viu uma orquestra tocar na igreja que frequenta.

As razes so as mais diversas possveis. Assim como o trio de garotas, muitos jovens procuram estudar msica por encantamento, mas tambm existem aqueles que estudam por incentivo dos pais ou amigos, por curiosidade ou porque descobrem ser hbeis em determinado instrumento. Quando o jovem conhece o instrumento e percebe que tem talento para ele, este deixa de ser um objeto estranho e passa a fazer parte do corpo do aluno, diz o professor de clarinete Isaas Rafael.

No importa a via que conduz algum ao mundo dessa cincia dos sons, a verdade que Suzuki estava certo em se empenhar tanto para atingir seu ideal a msica realmente causa efeitos positivos na personalidade de quem a ela se dedica. No caso de crianas e adolescentes, esses efeitos aparecem mais rapidamente, pois, por ainda estarem em desenvolvimento, eles tm mais facilidade em captar instrues e receber influncias.

Para quem tem interesse na msica:

Projetos sociais voltados para a arte:

- Orquestra Criana Cidad dos Meninos do Coque
Atende 130 jovens, entre 3 e 17 anos, de um dos bairros mais violentos da Regio Metropolitana do Recife, a comunidade do Coque. Os alunos recebem gratuitamente aulas de instrumentos de corda, percusso, teoria musical, flauta doce e canto coral, contando ainda com apoio pedaggico, atendimentos psicolgico, mdico e odontolgico, aulas de incluso digital, fornecimento de trs refeies por dia e fardamento.

- Escola Comunitria Z Amncio do Coco
Fundada em 2002 por Francisco Amncio da Silva, mais conhecido como Maestro Forr, a Escola Comunitria Z Amncio do Coco atende a jovens da Bomba do Hemetrio, bairro carente da Zona Norte do Recife. L, os meninos aprendem a tocar ritmos locais, como frevo e maracatu. Aqueles que se destacarem podem vir a fazer parte da Orquestra Popular da Bomba do Hemetrio, regida pelo prprio Forr, ou da banda Hemetricos. Em 2009, a escola foi conveniada com o Governo de Pernambuco para ser mais um Ponto de Cultura do Estado.

- Projeto Orquestrando Pernambuco
Projeto do Governo do Estado e do Conservatrio Pernambucano de Msica que visa a transformar jovens de comunidades carentes em msicos profissionais e aumentar o nmero de orquestras em Pernambuco. Os alunos inscritos tm aulas de iniciao musical em seus prprios bairros. At o momento, somente Braslia Teimosa, Santo Amaro e Coelhos esto sendo beneficiados pelo projeto, mas a inteno ampliar para outras localidades de baixa renda.

- Grmio Musical Henrique Dias
Primeira escola profissionalizante de msicos de Olinda. Sem fins lucrativos, ela realiza atividades culturais e educacionais voltadas para jovens de baixo poder aquisitivo. Em 54 anos de existncia, j formou diversos msicos aptos a tocar os mais variados ritmos, principalmente os pernambucanos.


Fotos:
Danielle Severo, Andra Beltro e Paloma Hoover foram incentivadas por performances distintas
Roberto Jos da Silva e Whedja Henrique do Nascimento

PRXIMOS CONCERTOS

20/11/2017

Projeto Som Cidado - Orquestra Jovem Criana Cidad

21/11/2017

Meninos do Ipojuca na Caixa Cultural Recife

01/12/2017

I Concurso de Jovens Solistas - Concerto dos Vencedores

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio



Apoio

Patrocnio

Patrocnio Master

  • Ipojuca

  • Coque

Realizao

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Newsletter

Gesto

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.