POR

/

ENG

Revistas

Concertos - Meninos participam de festival internacional

Orquestra do Coque integrou vrias atividades da quarta edio do Artes Vertentes

Convidada pela produo do Festival Internacional de Artes de Tiradentes Artes Vertentes, realizado durante o ms de setembro de 2015, a Orquestra Criana Cidad promoveu trs concertos abertos ao pblico, em Tiradentes, Minas Gerais, e em Igarassu e no Recife, em Pernambuco, nos dias 16, 25 e 27, respectivamente. Nos eventos, o grupo contou a participao do bandoneonista canadense Amijai Shalev. Alm das apresentaes, no dia 24 de setembro os alunos da Orquestra Criana Cidad receberam master classes ministradas pelo violinista francs Baptiste Rodrigues, integrante da Orquestra Sinfnica Brasileira.

O Festival Internacional de Artes de Tiradentes Artes Vertentes teve incio em 2012 e, desde a sua criao, contempla diversos campos das artes, com espetculos apresentados por artistas, msicos, escritores e diretores de diversos pases, possibilitando o dilogo entre lnguas, culturas, artistas e pblico. Em sua 4 edio, o festival se expandiu para So Paulo e Pernambuco. Neste ltimo, as atividades foram realizadas em parceria com a Orquestra Criana Cidad e o apoio da empresa E-Brasil, patrocinadora da Orquestra.

O concerto em Minas Gerais aconteceu na Igreja Matriz de Santo Antnio uma construo datada do sculo 18. Passeando com maestria entre a msica erudita e os ritmos caractersticos do Nordeste, como o baio e o frevo, o grupo de cordas e percusso, composto por 29 msicos, dividiu o palco com Amijai Shalev. Sob a regncia do maestro Nilson Galvo Jr.,
os instrumentistas realizaram a estreia mundial da obra Floreio Musical Divertimento em Estilo de Tango, escrita pelo compositor argentino Rodolfo Daluisio. H poucas peas de concerto escritas para bandoneon, e um dos maiores compositores desse instrumento o meu mestre, Daluisio. Estou muito feliz e grato por poder fazer essa estreia com uma orquestra to jovem e talentosa como a Criana Cidad, revelou Shalev.

O repertrio da noite garantiu ao pblico obras tradicionais eruditas, entre elas a Simple Symphony, de Benjamin Britten. A parte popular do concerto trouxe msicas marcantes do cenrio cultural nordestino: Feira de Mangaio, composta por Sivuca; Lamento Sertanejo, de Dominguinhos; e ltimo Dia, frevo de autoria de Levino Ferreira.

A aposentada de 68 anos Maria Luiza Bremmer acompanhou, animada, a apresentao at o final. Bremmer filha de maestro e canta no coral da igreja que frequenta. Eu tenho um pezinho no Nordeste, pois nasci e me criei na cidade de Pirapora, prxima nascente do Rio
So Francisco, que to importante para os nordestinos. A apresentao foi maravilhosa,
esses meninos conseguiram unir minhas duas paixes, a msica e o Nordeste, disse Maria Luiza.

Em Igarassu, Pernambuco, os instrumentistas da Orquestra Criana Cidad realizaram uma performance marcada pelo ritmo forte da msica latina e pela harmonia cadenciada de obras do Nordeste brasileiro. Em uma noite de estreias, a Orquestra apresentou-se primeira vez no Convento de Santo Antnio. A participao da Criana Cidad muito enriquecedora para o Festival. O projeto social tem o mesmo propsito do Artes Vertentes, que visa a disseminar
a msica de concerto para pblicos que esto mais afastados dos grandes centros das capitais, apontou Gustavo Carvalho, fundador e diretor musical do Festival Internacional de Artes de Tiradentes.

O concerto foi aberto com trs obras para bandoneon, executadas por Amijai Shalev. Entre elas, Flores negras, de Francisco de Caro, e Invocacn al tango, de Ctulo Castilho. Sob a regncia do maestro Nilson Galvo Jr., a Orquestra mostrou a sua face erudita, desenvolvendo os quatro movimentos da Sute So Paulo, composta por Gustav Holst. O carter popular, marca do grupo, tambm teve espao na apresentao atravs da exibio das msicas Aquarela do Brasil, de Ary Barroso; Mouro, idealizada por Guerra-Peixe e Clvis Pereira; e Lamento Sertanejo, de Dominguinhos.

A plateia do concerto reuniu o pblico da cidade de Igarassu, alm de admiradores da Orquestra que moram na capital pernambucana. Segundo a dona de casa igarassuense Jandira Souza, que viu pela primeira vez um concerto em sua cidade, o evento encantou as pessoas pela beleza da msica e dos instrumentos tocados. A estudante de Direito Silvania Dias Marques soube da apresentao pelos jornais televisivos e tambm aproveitou a oportunidade para fazer um programa em famlia. Ns moramos no bairro de Boa Viagem, no Recife, mas gostamos muito da Orquestra, por isso fizemos questo de prestigiar os meninos. Os concertos sempre so encantadores. Quem assiste no se arrepende, opinou Silvania.

A Orquestra Criana Cidad finalizou o Artes Vertentes com uma apresentao na Igreja da Madre de Deus, no Recife Antigo. Antes de a Orquestra subir ao palco, Amijai Shalev mostrou talento e desenvoltura em um solo, para depois juntar-se aos jovens msicos. Foi a primeira apresentao do artista no Brasil.Shalev tocou Toccatasettima, de Girolamo Frescobaldi, e, em seguida, dividiu o palco com a Orquestra na performance de Floreio Musical. O universitrio Rafael Alves comentou que foi atravs da Orquestra Criana Cidad que teve o primeiro contato com a msica clssica. Sinto uma emoo diferente em cada concerto, revelou.

Tambm por meio do Artes Vertentes, a Orquestra Criana Cidad recebeu o violoncelista
estadunidense Philip Hansen e o violinista francs Baptiste Rodrigues, que ministraram master classes para 20 meninos e meninas do projeto. Sob os olhos e ouvidos atentos dos violoncelistas mais experientes da Orquestra, Philip Hansen, o primeiro violoncelo da Orquestrade Calgary (Canad), passou boa parte da manh dando dicas de como melhorar a execuo do instrumento. Alm de talentosos, eles se mostram muito interessados, ouvem com ateno e aprendem rpido. Eu no conhecia o projeto e estou realmente feliz por estar aqui hoje, afirmou o msico.

Baptiste Rodrigues tambm se encarregou de passar um pouco da sua experincia com o violino a cerca de dez jovens instrumentistas da Orquestra. O intercmbio entre as geraes e as culturas trouxe ensinamentos importantes. Ouvimos algumas instrues tcnicas valiosas.
A gente pensa que no faz diferena, mas uma informao passada de uma maneira diferente, por msicos que tm outra bagagem profissional, acrescenta bastante, avaliou o violoncelista Fernando Trigueiro, 17 anos.

PRXIMOS CONCERTOS

24/08/2017

Recebimento da Medalha de Mrito Jos Mariano

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio



Apoio

Patrocnio

Patrocnio Master

Realizao

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

/criancacidada

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.