POR

/

ENG

Revistas

Conhecendo a percusso da OCC

A cena mais comum no cotidiano da Orquestra Criana Cidad so alunos tocando seus instrumentos, em todos os lugares possveis: debaixo das rvores, no meio dos corredores, at mesmo dentro dos banheiros. Porm, alguns alunos so mais barulhentos e demorados que os outros: os que ficam tocando caixa ao ar livre, s vezes na porta de sua sala. Eles integram o Ncleo de Percusso da OCC, criado em 2012 junto com o Ncleo de Sopros, que vocs conheceram na edio anterior da Revista Criana Cidad.

Com 18 alunos matriculados, cinco no turno da manh e 13 tarde, o Ncleo de Percusso coordenado pelo professor Enoque Souza, que comeou a dar aulas de bateria e percusso na Orquestra Criana Cidad em fevereiro de 2010, quando ainda estava cursando a licenciatura em Msica na UFPE e ministrava cursos de capacitao eventuais. Ele substituiu o professor e percussionista Drney Pacfico Tavares, seu colega na OSR, e hoje se diz satisfeito com suas duas principais atividades: ensinar na OCC e tocar na Sinfnica.

O professor que, com a Orquestra Sinfnica do Recife, j tocou ao lado de nomes consagrados da MPB, como Ivan Lins, Sivuca, Lenine, Francis Hime e Paulo Moura enfatiza que todos os seus alunos da OCC que prestaram vestibular para a Universidade Federal de Pernambuco passaram com as notas mais altas para o bacharelado, a exemplo de Joo Carlos da Silva e Jos Emerson Rodrigues. Ele ressalta que pegou os alunos mais antigos com um bom nvel, preparados por Drney, e manteve o encaminhamento para adentrarem no curso superior de Msica.

Enoque comeou sua atuao musical na Banda Sinfnica da Cidade do Recife, onde fez cachs de 1996 a 1999. Nesse ano, passou no concurso aberto pela banda e tornou-se chefe de naipe (msico principal de uma seo de instrumentos; no caso, da percusso). Em 2003, o professor foi aprovado em concurso da Orquestra Sinfnica do Recife e desligou-se da BSCR, assumindo depois o posto de assistente de naipe da percusso da OSR.

APARATO INSTRUMENTAL Os alunos de percusso da Orquestra Criana Cidad dispem de um set com diversos instrumentos de percusso, onde novas baterias, uma para o Ncleo de Percusso, outra para o Ncleo Popular, coordenado pelo professor Manasss Bispo.

Agora, o desafio fechar uma parceria com uma fbrica de instrumentos para adquirir o aparato completo de percusso sinfnica, que atualmente tem de ser requisitado por emprstimo ao Conservatrio Pernambucano de Msica ou Universidade Federal de Pernambuco, quando necessrio. Isso inclui: bombo, carrilho de sinos tubulares, marimba, vibrafone com motor, gongo chins, conjunto de cinco tmpanos, glockenspiel e as respectivas baquetas, alm de pratos de choque.

Os alunos do Ncleo de Percusso cumprem, segundo o professor Enoque, 70% do contedo de leitura rtmica na caixa (s vezes substituda pela bateria eletrnica), adquirindo a prtica e a assimilao de padres rtmicos em nvel progressivo; o restante do contedo dividido entre tmpanos, que so os instrumentos mais utilizados na percusso sinfnica (o timpanista, numa orquestra, o chefe de naipe de toda a percusso); xilofone, cuja tcnica se aplica para os demais instrumentos de percusso com placas (os quais incluem marimba, vibrafone e glockenspiel); e bateria, que possui um mtodo pedaggico prprio.

Thierry Santos, de 18 anos, um dos 10 monitores da OCC no Ncleo do Coque. Ele entrou na Orquestra em 2009, quando uma amiga da vizinhana contou a ele que iria fazer o teste de admisso. Viemos eu, meu irmo e duas primas. Somente eu passei, conta Thierry, que planeja prestar vestibular para licenciatura em Msica e cujo irmo Vincius acabou ingressando na Orquestra em 2013. Prefiro percusso popular, porque a execuo mais livre, acrescenta Thierry, que estuda teoria musical com as professoras Janana Mendes e Manasss Bispo.

Professor Enoque frisa que o grupo Contratempo, coordenado por ele e formado por alunos do Ncleo, d ateno a obras nacionais e j trabalha a percusso corporal, em que os instrumentistas usam o prprio corpo execuo que exige avanada coordenao motora. O docente agradece ainda o apoio interno dos colegas da Orquestra: Alguns maestros reconhecem a importncia da percusso sinfnica, Nilson (Galvo Jr., diretor artstico e regente) um deles. Ele tambm cita a professora Aline Ananias, antiga coordenadora pedaggica e atual professora de viola, que estimulou a criao dos ncleos de sopros e percusso, para o desenvolvimento da prtica de conjunto na OCC.

PRXIMOS CONCERTOS

27/04/2017

Concerto didtico com o Quarteto Groovy

02/05/2017

Ncleo Popular da OCC

03/06/2017

2 Concerto Oficial da Temporada 2017

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio



Apoio

Patrocnio

Patrocnio Master

Realizao

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

/criancacidada

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.