POR

/

ENG

Revistas

Ensino - O papel da Informtica na incluso social

Aulas de computao na Orquestra e no Espao Cultural e Esportivo Criana.

Cidad so porta de entrada para muitos alunos no mundo digital
Houldine Nascimento.

No mundo em que vivemos, onde h uma predominncia cada vez maior das tecnologias, o domnio da informtica se tornou imprescindvel. H alguns anos, a Associao Beneficente Criana Cidad tem proporcionado aos seus beneficirios acesso dirio a aulas de computao em seus dois maiores projetos: a Orquestra Criana Cidad (OCC) e o Espao Cultural e Esportivo Criana Cidad (ECECC).

No Ncleo do Coque da OCC, o professor de Informtica Eduardo Flor, 35, repassa aos alunos os conhecimentos que obteve no curso tcnico em Redes de Computadores pela Unibratec. H quase cinco anos desempenhando a funo no projeto, ele ministra aulas de segunda a quinta-feira, nos turnos da manh e tarde. A maioria dos alunos no tem computador em casa, ento eles aprendem praticamente tudo aqui, ou seja, eles passam por uma alfabetizao digital. E praticamos exerccios para eles entenderem como tudo funciona, comenta.

As crianas passam, em mdia, quatro anos tendo acesso ao ensino de computao. Tudo inicia com o conhecimento bsico em Windows, depois passamos para o pacote Office, em que eles aprendem a mexer com Word, Excel, PowerPoint; em seguida, aprendem a manusear outros sistemas operacionais, como Linux e Mac OS, e, no fim, vem a parte mais tcnica, como configurar computadores, roteadores e redes.

Em 2017, a sala de informtica do Ncleo do Coque passou por uma modernizao, com a instalao de uma tela grande que projeta atividades.

Antes, tnhamos um quadro negro, mas percebemos que a maioria das coisas no funcionava nesse esquema, era necessrio que os alunos visualizassem as aes no computador, explica.

Bem antes de seguir na carreira, Eduardo Flor estudou violo clssico na Escola Municipal de Arte Joo Pernambuco, no bairro da Vrzea, no Recife. Trabalhar em um projeto social cujo carro-chefe a msica uma motivao a mais para o educador. Eu estudei msica e, quando cheguei Orquestra, me encantei. Meu pai era seresteiro e sempre tive esse sonho de seguir na msica. Infelizmente, no pude por no ter condies financeiras. Acabei juntando o til ao agradvel, com a minha formao em Informtica e a Msica, revela.

Graas s aulas de Informtica no Ncleo do Coque, Victoria Luiza, 14, adquiriu o conhecimento necessrio para o manuseio de computadores. Eu aprendi muita coisa aqui, nunca tinha mexido em Excel e aprendi a fazer trabalhos para a escola, porque o computador que tenho em casa est quebrado, pontua a jovem que estuda clarinete h um ano.

A ligao do professor de Informtica do Ncleo do Ipojuca, Naftali Sabino, 26, com as tecnologias vem desde pequeno.

Aos 12 anos, ele passou a ter aulas de computao na escola onde estudava, em Sirinham, na Mata Sul de Pernambuco. Menos de trs meses depois, eu j era monitor da turma, diz.

Em 2014, se profissionalizou ao concluir o curso superior de Anlise e Desenvolvimento de Sistemas pela Unibratec. No mesmo ano, ingressou na OCC Ipojuca e, desde ento, leciona s segundas, quintas e sextas-feiras, nos dois turnos.

Com os alunos, o professor costuma recorrer a temas que tratam do cotidiano. A gente tambm v um interesse dessa juventude em fazer algo diferente nas redes sociais, ser youtuber. Ento eu j preparei algumas aulas mostrando como trabalhar a edio de vdeo, abrir seu prprio canal.

Tambm focamos na rea do raciocnio lgico e muita matemtica. H uma pretenso minha em sugerir Programao porque desperta muito o pensamento, avalia.

Outro aspecto que a gente trabalha muito o cuidado que deve ser tomado com as redes sociais. Recentemente, fiz uma palestra junto psicloga do ncleo, [Manuela Carneiro], e passamos isso para os pais e os alunos... A questo do bullying, do desafio da baleia azul e de como as redes sociais afetam a vida das pessoas, alerta o educador.

Sabino se orgulha de integrar o quadro de profissionais da Orquestra. Estar inserido nesse projeto uma grande realizao para mim. No nosso pas, precisamos cada vez mais de aes desse tipo, que promovem a incluso atravs da msica e das outras disciplinas com que trabalhamos. Caso o aluno no se torne um msico, quem sabe ele no venha a ser um grande profissional na rea de T. I. ou um timo professor de Portugus ou Matemtica? Como Dr. Joo Targino diz, e eu defendo muito, nosso foco formar cidados.

INCIO COMO VOLUNTRIO - O professor Demison Costa, 29, responsvel pelo ensino de Informtica no Espao Cultural e Esportivo Criana Cidad desde outubro de 2015. Ele ingressou no projeto como voluntrio, mas, dois meses depois, tornou-se funcionrio. L, 165 alunos aprendem computao de segunda a sexta. Tento trabalhar a forma deles aprenderem a manusear o computador. Muitas vezes, a criana tem a ideia de ligar, abrir o navegador e jogar. S que os alunos precisam entender que o computador tem vrias funes, para no terem algum tipo de dificuldade no futuro, comenta.

O educador tcnico em Informtica pela Escola Tcnica Leiaut Cariele, do Recife, e, recentemente, concluiu duas capacitaes pela Faculdade Marista: Recondicionamento de Computadores e Robtica Livre. A expectativa de que os educandos tenham acesso a aulas voltadas para essas temticas quando uma nova sala de informtica for construda. Assim, vamos reaproveitar os computadores destinados ao lixo e ajudar o meio-ambiente. Esperamos tambm comear um curso de Robtica Livre e na rea de Impresso e Modelagem 3D.

Para facilitar o aprendizado dos pequenos, ele aposta em jogos educativos: Alm deles se divertirem, eles aprendem muito mais. Costa tambm fala sobre a experincia de trabalhar com crianas em situao de vulnerabilidade. Sempre que posso, dou uma fora para os meninos. Eu tive uma experincia de dois anos numa escola da Prefeitura do Recife, trabalhando em horrio integral com crianas de vrias comunidades carentes e isso me ajudou muito na carreira, revela.

PRXIMOS CONCERTOS

24/11/2017

Projeto Som Cidado - Grupo Sonoru's e percusso da Orquestra Criana Cidad

27/11/2017

Projeto Som Cidado - Orquestra Jovem do Ipojuca

01/12/2017

I Concurso de Jovens Solistas - Concerto dos Vencedores

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio



Apoio

Patrocnio

Patrocnio Master

  • Ipojuca

  • Coque

Realizao

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Newsletter

Gesto

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.