POR

/

ENG

Revistas

Os dois primeiros degraus orquestrais da OCC

Para garantir um lugar na Orquestra Jovem a Orquestra Criana Cidad propriamente dita o caminho dos futuros msicos profissionais passa pelos grupos Infantil e Infantojuvenil

- Paula Passos
Nas grandes apresentaes da Orquestra Criana Cidad, voc costuma ver alunos mais velhos: no incio da idade adulta, com tempo e experincia no projeto. Mas antes de chegar a este nvel artstico e tcnico, eles precisam de preparao e muito estudo, o que requer participar primeiro das orquestras Infantil e Infantojuvenil da OCC.

Regida pela professora de violino Susan Hagar h dois anos, a Orquestra Infantil (tambm chamada internamente de Orquestra C) composta por 43 alunos matriculados nos dois turnos, com idades que variam entre 9 e 14 anos. Aps um ano de aulas, os estudantes fazem uma prova para saberem em que nvel esto e que posio vo ocupar dentro da Orquestra. Esses passos iniciais so essenciais para a formao dos pequenos.

a primeira experincia deles com uma orquestra, ento, um processo em que eles precisam aprender a ler partitura, a fazer anotaes nessa partitura, entender o que esto tocando, trabalhar em conjunto, ficar atento tambm ao que o colega toca, alm de ter noo da disciplina de uma orquestra: saber a hora de levantar, ficar em silncio aps o trmino de uma msica, e tambm entender os gestos do maestro. Eles gostam muito de conversar, ento, preciso aprender a hora de falar, explica a professora Susan.

A violinista tambm destaca que em uma orquestra de iniciantes importante o aprendizado da postura, da afinao e da leitura musical, esta ltima, segundo ela, a maior dificuldade para os alunos. Todos os professores daqui trabalham muito bem antes que eles cheguem at mim, mas natural que nesse comeo isso acontea. Alm dessa parte mais tcnica, eles precisam ter respeito pelo colega, esperar quando o outro naipe toca, no rir quando o colega erra, ter pacincia para que todos estejam em um nvel equivalente, diz.

O contato de Susan com crianas j acontece h algum tempo, quando a professora dava aulas particulares e em grupo para crianas nos Estados Unidos, onde concluiu sua graduao e fez mestrado em Pedagogia Suzuki, pela Universidade de Hartford, estado de Connecticut. Mas esta a primeira vez que a professora assume o papel de regente. Est sendo uma experincia maravilhosa. Eu tenho desenvolvido habilidades em outros instrumentos como o violoncelo e o contrabaixo e entendendo a mecnica deles, alm de saber como reger, porque isso no preciso nas aulas individuais. uma dinmica diferente, um ensaio diferente, compara.

No repertrio da Infantil, os pequenos j executaram arranjos de obras do perodo barroco, canes folclricas nacionais e estrangeiras, temas de filmes e canes da MPB. O maior objetivo da violinista e regente fazer com que os alunos soem bem dentro do nvel em que esto: a inteno fazer com que um grupo iniciante soe com excelncia, conclui Susan.

ORQUESTRA INFANTOJUVENIL A criao da Orquestra Infantil me ajuda muito, porque os alunos quando chegam a mim no esto to verdinhos. o que pensa o maestro da Orquestra Infantojuvenil, Enoque Souza. Atualmente, o professor de percusso rege 28 alunos, com idades entre 13 e 19 anos e que tocam instrumentos de cordas e percusso. Em alguns concertos, os msicos do Grupo de Sopros, coordenado pelo professor de fagote Josias Felipe Bezerra, se juntam ao elenco da Infantojuvenil.

A maior dificuldade que professor Enoque encontra conseguir nivelar todos os naipes. natural que haja esse leve desnvel. So pouqussimas as orquestras que no tm isso. O que eu fao me dedicar um pouco mais aos naipes com algum dficit, comenta. Embora esteja frente da Infantojuvenil h quatro anos, Enoque integra a equipe da OCC h sete, como professor de percusso (vide edio n 21 da Revista Criana Cidad, pp. 14 e 15).

Mozart, Beethoven, Vivaldi e Tchaikvski so alguns dos compositores executados no repertrio da Orquestra Infantojuvenil (ou Orquestra B, como referida pelos alunos e professores), que eventualmente substitui a Orquestra Jovem, principal grupo do projeto. Alm do repertrio barroco-clssico-romntico, h ainda a presena de trilhas sonoras de filme e de msicas populares. O professor explica a escolha pela diversidade musical: Como vo muitas famlias aos concertos, o pblico tende a se identificar mais com o repertrio popular, ento, se a gente tocar s Mozart, Vivaldi, a apresentao vai se tornar enfadonha para eles.

Os alunos ficam aproximadamente dois anos no grupo e fazem o teste para tentar ingressar na Orquestra Jovem, a Orquestra Criana Cidad propriamente dita, objetivo final de todos os alunos do Ncleo do Coque. Eu gosto muito, porque uma orquestra transitria e o trabalho nunca para. Quando eles esto comeando a ter um nvel bom, eles vo para a Jovem. D um prazer imenso ver esse aprendizado e esses movimentos de transio, porque algo muito marcante para eles, finaliza Enoque.

PRXIMOS CONCERTOS

30/05/2018

Grupos de Cmara da Orquestra Criana Cidad

12/06/2018

Concerto Armorial

21/06/2018

Concerto Junino do Grupo Sonoru's

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio





Apoio

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Newsletter

Gesto

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.