POR

/

ENG

Revistas

Alunos OCC

Thierry Santos
O jovem percussionista Thierry Santos, 20, tem revelado uma autntica vocao para o ensino musical. O comportamento responsvel o tornou monitor, no Ncleo do Coque, e chefe de naipe da percusso da Orquestra Jovem, em 2015. A vontade de lecionar tanta que ele ingressou no curso de licenciatura em Msica pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), no segundo semestre de 2018. O cotidiano na OCC despertou em Thierry o desejo de repassar o que aprendeu. Quando virei monitor, se abriu outra porta para ensinar. A satisfao de ensinar maior do que a de tocar, para mim, mas eu gosto de tocar tambm. gratificante ajudar a formar novos msicos, analisa. Thierry sonhava em ser bombeiro, na infncia, mas a entrada na Orquestra, em 2009, o fez mudar de planos. J no processo seletivo, demonstrou jeito para a percusso. Quando fiz minha prova de aptido musical, fui melhor na parte rtmica. O contato inicial com a msica clssica ocorreu justamente ao integrar o projeto. Com a OCC, ele j teve a oportunidade de se apresentar no Vaticano e em Portugal (em 2014), nos Estados Unidos (2016) e, mais recentemente, na Argentina (2018). Primeiro msico da famlia Silva Santos, Thierry foi inspirao para o irmo, Vincius, que tambm estuda percusso no Ncleo do Coque. Filho da bibliotecria Tnia Santos e do cobrador Gilson Silva, ele conta que o aprendizado musical s foi possvel graas ao apoio da dupla, em especial de Gilson. Meu pai sempre deu fora e insistiu para a gente no desistir de nada. Porque na poca dele no foi fcil. Ele no ganhou nada e nem me teve direito, que teve de coloc-lo num orfanato depois que o pai morreu, revela. Alm da famlia, Thierry reconhece o incentivo do professor Enoque Souza. Ele tambm um pai para mim. Sempre ajuda e est preocupado com todo mundo na sala. Quando aparece alguma oportunidade, ele nos indica para tocar. (HN)

Saulo Henrique
Certo dia estava com minha amiga e escutei um som sutil. Me aproximei e pude perceber que uma pessoa estava tocando, mas eu no tinha noo do que estava acontecendo. Foi assim que Saulo Henrique conheceu os sons que vinham do Ncleo do Ipojuca. A amiga Ksia Ferreira o incentivou a fazer a prova de seleo, na primeira oportunidade. Umas das etapas era para cantar. J estava quase desistindo, porque quem me conhece sabe que eu no sei cantar, relembra Saulo, que foi aprovado em 2014 (ano de instalao do Ncleo) junto com Ksia, a qual passou pouco tempo no projeto. Ele no sabia sequer o que era uma orquestra, nem imaginava que, um dia, iria sair de sua comunidade, o distrito de Camela. Moro em um lugar onde as pessoas olham e dizem que no temos nenhum talento, que no temos futuro, conta. O jovem violista de 16 anos acabou-se tornando o segundo msico ipojucano selecionado para tocar com a orquestra dos Meninos do Coque (o primeiro foi o contrabaixista Jhorsily Lima) e o primeiro a viajar para o exterior como integrante dela. Saulo aponta a viagem Argentina, em julho passado, como a experincia mais marcante na OCC (tirando a parte de no gostar de andar de avio, brinca), mencionando, em especial, o concerto na Catedral Metropolitana de Buenos Aires e os pontos tursticos que conheceu: o Teatro Coln, o Templo Libertad, o Congresso da Nao Argentina, o Luna Park Stadium... O passatempo de Saulo ouvir seus compositores favoritos: Vivaldi, Tchaikvski, Schubert, Beethoven e, com mais devoo, Bach e Telemann, que tambm foram violistas. Atualmente, Saulo pretende cursar a licenciatura em Msica ou o bacharelado em Viola, na UFPE. Alm da professora Karoline Lira, Saulo tem como referncia o idealizador da Orquestra: Como Dr. Targino fala: a Orquestra no d esmola, d oportunidade! Hoje em dia, vejo que a Orquestra respeitada por todos e, do jeito que a OCC mudou minha vida, pode mudar a de qualquer um! (CEA)

PRXIMOS CONCERTOS

25/07/2019

4 Concerto Oficial da Temporada 2019

05/10/2019

5 Concerto Oficial da Temporada 2019

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio





Apoio

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fone: 81 9 9403-7296 (WhatsApp)

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Comunicao

Carlos Eduardo Amaral

Fone: 81 9 8831-9700 (WhatsApp)

E-mail: audicoes@gmail.com

Newsletter

Gesto

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.