POR

/

ENG

Revistas

Clssico ou popular?

Apreciar msica erudita ainda privilgio de poucos. Questo cultural a responsvel, dizem especialistas

Por que a msica clssica no se populariza? Eis uma questo debatida h anos por estudiosos. Sempre sem uma concluso exata. A nossa reportagem, no entanto, resolveu trazer a discusso equipe da Orquestra Criana Cidad. As opinies foram as mais diversas, mas predominou a de que tal fato se relaciona a uma questo cultural. Afinal, segundo os jovens aprendizes, eles s passaram a gostar da msica clssica aps entrar na escola de msica.

Quatro alunos da Orquestra se juntaram, a pedido da nossa reportagem, para discutir o tema. Todos eles passaram a apreciar msica clssica, mas no esqueceram as razes. Davi Alves, 13 anos, gosta de hip hop e tambm de samba. Ele acredita que a no popularizao da msica erudita realmente cultural. O povo s gosta de msica agitada, brega, pagode, disse o garoto, seguido por Ana Carolina Nascimento, 12 anos: Tem brega que bonito. Eu gosto de tudo, opinou.

Para Amanda Lopes, 16 anos, h uma imposio miditica que no permite a disseminao da msica erudita. No questo de no gostar de msica clssica. A verdade que as pessoas valorizam o que toca nas rdios. Eu tiro por ns da Orquestra, que s passamos a gostar depois que a conhecemos. J Diana Amorim, 15 anos, acredita que faltam meios para que as pessoas passem a conhecer melhor outros tipos de msica. Tem gente que diz que a msica clssica sem graa, mas no sabe o que bom. Acho que falta de conhecimento, disse.

Tambm para a professora de musicalizao da Orquestra, Janayna Mendes, 34 anos, a questo cultural preponderante. No entanto, ela acredita que os filhos dos alunos da Orquestra Criana Cidad j iro ter uma viso diferente. Se os pais no tm acesso, eles acham isso desnecessrio, e o gosto no desenvolvido. Os meninos aqui, por exemplo, tiveram acesso. Mas um aluno tocou para mim Chupa que de uva no violino. Demonstra que eles tomaram gosto pelo erudito, mas no abandonaram as razes.

Compartilhando da mesma ideia, mas com uma linha de raciocnio diferente, est o professor de violino Joo Carlos dos Santos. Ele tambm v a questo cultural como preponderante, mas acha que a msica est popularizada onde, de fato, deve estar. A msica clssica no deve se popularizar porque ela j popular entre os cultos. As artes integradas so uma questo cultural. Por que em algumas cidades h a cultura de ir ao teatro, museus e ouvir boas msicas? Porque cultural, conclui.

PRXIMOS CONCERTOS

01/12/2017

I Concurso de Jovens Solistas - Concerto dos Vencedores

Clique aqui e baixe a Cartilha Lei Rouanet

outras matrias desta edio



Apoio

Patrocnio

Patrocnio Master

  • Ipojuca

  • Coque

Realizao

Acompanhe-nos nas Redes Sociais

Contato

Contato para Eventos

Gabryella Boudoux

Fones: 81 3428.7600/81 9 9403.7296

E-mail: eventosocc@gmail.com

Assessoria de Imprensa

Carlos Eduardo Amaral

Fones: 81 3428.7600 | 81 9 8831-9700

E-mail: audicoes@gmail.com

Newsletter

Gesto

Onde h msica no pode haver maldade
Miguel de Cervantes

Zaite Tecnologia, Empresa desenvolvedora do site.